FILIADO À

NOTÍCIAS Quinta-feira, 09 de Fevereiro de 2023, 15:16 - A | A

1ºENCONTRO

Diretoria do Sindojus/MT se reúne com presidente do Poder Judiciário e apresenta reivindicações da categoria

Desembargadora definiu a reunião como "primeiro encontro" de reconhecimento

Assessoria Sindojus/MT

Edina Araújo/Sindojus

diretoria sindojus_desembargadora

 Diretoria Sindojus/MT,  se reuniu na manhã desta quinta-feira (09.02), com a presidente do Poder Judiciário do Estado, desembargadora Clarice Claudino

 

A diretoria do Sindicato dos Oficiais de Justiça Avaliadores de Mato Grosso (Sindojus/MT), se reuniu na manhã desta quinta-feira (09.02), com a presidente do Poder Judiciário do Estado, desembargadora Clarice Claudino, para estreitar os laços e apresentar as demandas da categoria.

Segundo a desembargadora, o encontro de hoje foi mais para escutar as reivindicações do Sindicato - tomar conhecimento oficialmente de todas as demandas para analisá-las. Ela disse que são várias reivindicações, e precisa se inteirar dos assuntos, para, no próximo encontro, poder acenar com as possibilidades ou impossibilidades de atender aos pedidos.

“Hoje foi o primeiro encontro para eu poder escutá-los. Foi um encontro de aproximação, de conhecimento e reconhecimento dessas demandas, porque elas vão mudando ao longo do tempo. Para minha felicidade, foi um encontro bem agradável, em que todos tiveram voz e vez. Eu saio dessa reunião bem contente de poder, pelo menos escutar, com paciência, com respeito às demandas que me chegaram e que vão ser analisadas, uma a uma, para nas próximas rodadas, aí sim analisada a parte mais concreta de cada uma das reivindicações. No segundo encontro, aí sim já alinhando para aquilo que nós acenaremos como possibilidade ou impossibilidade. Mas vamos negociando aos poucos para chegarmos a um denominador comum”, disse Clarice Claudino.

Uma das reivindicações mais antigas do Sindicato dos Oficiais de Justiça, é em relação a implantação do nível superior para a categoria. “Hoje nós temos um eixo dos oficiais de Justiça que está separado, ele é independente dos analistas e dos técnicos. E a reivindicação é para que eles passem para esse eixo dos analistas onde se exige o curso superior. Nós temos aí um longo trabalho pela frente, porque é um processo que eu ainda não conheço. Então falar que vai ser possível, que não vai ser possível, seria uma precipitação da minha parte. Porque envolve conhecer as possibilidades, encaixar no nosso orçamento, na nossa disponibilidade financeira. Este foi um passo inicial para conhecimento. Tratar com mais especificidade a temática que é a maior e a mais complexa de todas as outras reivindicações que eu recebi, que eu ouvi hoje deles”, externou a desembargadora, presidente da Corte.

Outra reivindicação do Sindojus é em relação ao concurso para novos oficiais de Justiça que está defasado, e a demanda é muito grande para poucos profissionais, a desembargadora disse que está no projeto de sua gestão, mas não mencionou prazo.

O presidente do Sindojus/MT, Jaime Rodrigues, disse que a desembargadora Clarice Claudino, foi muita receptiva com as demandas, mas vai estudar o assunto, entende que o impacto financeiro é grande, mas pretende encontrar um caminho viável junto com a categoria.

"Por ser a primeira visita fomos bem recepcionados. A presidente nos ouviu e nos deu força para seguirmos em frente e ter esperança. A primeira coisa que ela fez, foi ler uma leitura do livro Minuto de Sabedoria, e na leitura que ela abriu estava que o futuro vai ser brilhante. Para nós foi um alento. Há oito anos reivindicamos o realinhamento da tabela de nível superior. É uma luta, mas desanimar, jamais”, afirmou Jaime Rodrigues, que estava acompanhado do vice-presidente, Paulo Sérgio de Souza, 1° secretário, Luiz Arthur de Souza, 2° secretário, Wendel Lacerda Oliveira, 1° tesoureiro, Eder Gomes de Moura e Romeu Ribeiro.

Comente esta notícia