FILIADO Á
NOTÍCIAS
Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2019, 10h:50

Reunião

Sindojus/MT faz primeira reunião com corregedor-geral do Poder Judiciário e estabelece diálogo aberto

Edina Araújo/Sindojus/MT

Edina Araújo

Reunião Corregedor

 

A diretoria do Sindicato dos Oficiais de Justiça Avaliadores de Mato Grosso (Sindojus/MT), representada pelo presidente, Jaime Osmar Rodrigues e pelo secretário-geral, Paulo Sérgio de Souza, se reuniu na tarde desta terça-feira (15.01), com o novo Corregedor do Poder Judiciário de Mato Grosso, desembargador Luiz Ferreira, e com o juiz auxiliar da presidência, juiz Túlio Dualibi Alves Souza e o juiz auxiliar da Corregedoria, José Arimatéa.

Segundo o presidente do Sindojus/MT, esta é a primeira reunião com o novo corregedor, com o objetivo de apresentar a diretoria e as demandas da categoria, entre elas, as diligências da Fazenda Pública, o pagamento antecipado da Verba Indenizatória e a uniformização da tabela de diligências.

O presidente do Sindojus/MT classificou a reunião como proveitosa, destacou que o desembargador Luiz Ferreira está disposto a informatizar para diminuir o número de mandados judiciais, e também foi solicitado ao corregedor para que seja reavaliado a questão de alguns juízes incumbirem oficiais de Justiça para entregarem ofícios e até convites de solenidade.

Quanto ao pagamento da Verba Indenizatória referente ao mês de janeiro de 2019, o juiz auxiliar da Presidência, Túlio Dualibi explicou que será pago até o final do mês, em virtude do orçamento ainda não estar aberto – e a verba referente ao mês de fevereiro será paga até o décimo dia útil do mês.

“Entendemos a dificuldade do momento e sabemos que todos os anos no mês de janeiro existe este problema, infelizmente por conta do orçamento que não está aberto. Neste ano, mudança de Governo, muitas expectativas e insegurança nos assombram, mas uma notícia que considero boa é o que a verba indenizatória para os oficiais continuarão sendo pagas por meio do Funajuris, não vai depender do repasse do Governo”, enfatizou.

Sobre a visita com o corregedor, o presidente do Sindojus/MT se diz satisfeito. “Ficamos muito satisfeitos com a receptividade do corregedor, bem diferente de sua antecessora. O desembargador Luiz Ferreira entendeu nossos pleitos, se colocou à disposição e deixando as portas abertas para o diálogo. Ele, inclusive nos solicitou sugestões que podem ser implementadas para melhorar e facilitar a atuação dos oficiais de Justiça. Vamos encaminhar algumas sugestões e daqui para frente temos certeza que haverá uma parceria exitosa onde todos irão ganhar, Poder Judiciário e sociedade”, disse Jaime sobre o resultado da reunião.

O corregedor também avaliou como “muito proveitosa”. Segundo ele, tem o firme propósito de manter com os oficiais de Justiça todas as conversações de forma muita aberta e, acima de tudo, procurando fazer com que todos os pedidos deles sejam examinados rapidamente, de preferência deferindo aquilo que possa ser deferido.

“O oficial de Justiça no contexto do processo é a pessoa fundamental. Pois sem ele, o processo não adquire a celeridade que a gente precisa. Por isso eu acho que esta reunião, a primeira delas foi muito proveitosa, e deixo consignado que todas as vezes que o Sindicato precisar falar comigo, eu estarei de portas abertas para ouvi-los e na medida do possível atendê-los”, consignou o corregedor Luiz Ferreira.

 

Galeria de fotos:

Edna Araújo -

Edna Araújo -

Edna Araújo -
Comentários









COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO