FILIADO Á
NOTÍCIAS
Quarta-feira, 05 de Junho de 2019, 18h:22

Nota de Esclarecimento

Sindojus/MT lamenta a prisão do oficial de Justiça, mas não compactua com atitude do servidor

Assessoria Sindojus/MT

Reprodução

Sobre a prisão do oficial de Justiça Francisco Rodrigues da Silva, 62 anos, nesta quarta-feira (05.06), o presidente do Sindicato dos Oficiais de Justiça Avaliadores de Mato Grosso (Sindojus/MT), Jaime Osmar Rodrigues, lamentou profundamente a má conduta do oficial de Justiça, acusado de pedir propina a uma empresária em Cuiabá.

“Lamentamos que um colega tenha uma atitude tão reprovável como esta. Lutamos para que nossa categoria trabalhe corretamente, que zele pela profissão e continue gozando do respeito da sociedade. Infelizmente, em todas as profissões há pessoas idôneas e inidôneas. O Sindojus não compactua com este tipo de atitude e defende o amplo direito de defesa do oficial, e caso seja confirmado pelas autoridades competentes a ilicitude dos atos, que o servidor pague pelo erro”, disse o presidente do Sindojus/MT.

Jaime esclarece ainda, que o Sindojus disponibilizou assessoria jurídica para acompanhar o oficial de Justiça.

Comentários









COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO