FILIADO Á
NOTÍCIAS
Terça-feira, 02 de Julho de 2019, 09h:48

NOTA MT

Sindojus/MT apoia a Nota MT, iniciativa do Governo do Estado

Edina Araújo/Sindojus

Governo MT

O Sindicato dos Oficiais de Justiça Avaliadores de Mato Grosso (Sindojus/MT), apoia a iniciativa do Governo do  Estado de estimular o cidadão pedir a Nota MT. O programa foi lançado no último 17 de junho, e visa estimular a emissão de notas fiscais nas compras de mercadorias, combater a sonegação, a concorrência desleal e aumentar a arrecadação estadual.

De acordo com o presidente do Sindojus/MT, Jaime Osmar Rodrigues, é uma iniciativa interessante do governador Mauro Mendes e deve ser apoiada por todos os mato-grossenses, pois vai garantir a entrada de mais recursos aos cofres do Estado e, consequentemente, poderá ser investido em áreas essenciais, como saúde, segurança pública, educação e infraestrutura.

“Além de tudo, ainda quem pedir a nota fiscal concorrerá a prêmios que variam de 5 a 50 mil. Imagina, todos ganham com esta iniciativa”, externou Jaime Osmar Rodrigues.

Entenda como funciona: A Nota MT vai premiar o consumidor que pedir o CPF na nota, nas compras de mercadorias realizadas no Estado. Mensalmente serão realizados sorteios com prêmios que vão de R$ 500 a 50 mil.

O cidadão vai concorrer a mil prêmios de R$ 500 todos os meses, com o cupom das compras que ele tiver feito naquele mês, e mais cinco prêmios de R$ 10 mil, também mensais. Ainda tem prêmios especiais em datas comemorativas no valor de R$ 50 mil.

Além de concorrer as premiações o cidadão vai poder ajudar uma entidade filantrópica. O cidadão pode escolher a entidade filantrópica no momento do cadastro e se ganhar, automaticamente, 20% do prêmio irá para essa entidade que ele escolheu.

Para participar dos sorteios é necessário se cadastrar no site da Nota MT ou no aplicativo. Após isso, todas as notas emitidas com o CPF do consumidor irão automaticamente para o seu banco de dados e vai gerar dois bilhetes, um para os sorteios mensais e outro para os sorteios especiais.

 

Comentários









COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO