Visando ao aprimoramento e estratégica do Poder Judiciário de Mato Grosso, desembargadores, juízes, servidores da alta administração da instituição e o presidente do Sindicato dos Oficiais de Justiça Avaliadores, Jaime Osmar Rodrigues, se reuniram na Presidência do Tribunal de Justiça do Estado, no último dia 3, para explanarem a realidade vivenciada pelo Judiciário Mato-grossense - as expectativas para os próximos meses de 2018. Este foi o primeiro encontro neste ano, para discutir o aprimoramento dos serviços ofertados aos cidadãos e ao jurisdicionados. 
Na ocasião, foram abordados assuntos como projetos de gestão orçamentária, gestão de processos, alocação de recursos humanos, estatísticas, investimentos e obras. O presidente do TJMT, desembargador Rui Ramos Ribeiro, destacou a necessidade de todos conhecerem as estratégias traçadas para a Instituição e também os realinhamentos propostos ao longo da jornada.
“Não estamos aqui para simplesmente trabalhar com situações momentâneas, mas sim, em prol de um futuro consistente. O esforço e a dedicação de nossas equipes estão concentrados para sempre alcançarmos as metas traçadas e também melhorarmos os trabalhos prestados aos cidadãos. Por isso trabalhamos vigilantes diariamente”, ressaltou o presidente.
O material foi apresentado pela Coordenadoria de Planejamento do TJ. Segundo o diretor da área, Flávio Pinto, é neste momento que é deliberado se há, ou não, necessidade de alteração da estratégia traçada para o Poder.
“Olhando para a nossa missão [do PJMT], vimos os principais indicadores propostos pelo Conselho Nacional de Justiça como taxa e índice de congestionamento, além dos processos estratégicos linkados a esses objetivos.” 
Dentre os grandes projetos apresentados na reunião, foram citadas ações desenvolvidas pela Presidência do TJ e pela Corregedoria-Geral da Justiça como ‘Ribeirinho Cidadão’, ‘Sentença Mais’ e a ‘Central de Processamento Eletrônico’ (CPe). Também foi destacado o projeto “Conhecendo a Gestão Estratégica”, no qual os servidores conhecem um pouco mais sobre a taxa de congestionamento e como devem atuar para baixá-la, já que o trabalho de todos servidores e magistrados impactam na construção deste índice. Ainda na pauta da reunião constou a visita que o Tribunal de Justiça receberá da Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça. 
“A inspeção não é nada especial, e sim uma rotina que vem sendo realizada em todos os tribunais de justiça do país. Nós estamos aqui para recebê-los de portas abertas, com transparência e oferecendo tudo àquilo que eles nos pedirem”, explicou Flávio Pinto. A visita será feita nas áreas meio e nas áreas finalísticas do TJMT. Chamada Reunião de Análise Estratégica (RAE), o encontro foi organizado em cumprimento à resolução nº 198/2014 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que determina a elaboração e adequação pelos tribunais -, dos seus respectivos planejamentos estratégicos ao Plano Estratégico Nacional, bem como, a obrigatoriedade do acompanhamento e avaliação dos resultados.

Fonte: Redação com TJMT
Foto: TJMT