Após ser ameaçado de morte, o oficial de Justiça, Ericon Dias da Silva, é transferido da Comarca de Apiacás para Alta Floresta. A solicitação foi feita pelo Sindicato dos Oficiais de Justiça Avaliadores de Mato Grosso (Sindojus/MT), e atendida pelo presidente do Tribunal de Justiça (TJMT), desembargador Rui Ramos.

O Sindojus/MT informou ao Tribunal, que Ericon e sua família estavam sendo ameaçados de morte, conforme Boletim de Ocorrência registrado pelo servidor.

"Não podemos permitir que nossos oficiais de Justiça trabalhem sob ameaça de morte, temendo por sua vida, e principalmente pela vida de seus familiares. Todas as vezes que nossos sindicalizados sofrerem algum tipo de ameaça, o Sindojus sairá em sua defesa para garantir sua segurança e tranquilidade. Ficamos satisfeitos por ter nosso pleito atendido pelo presidente do TJ, desembargador Rui Ramos, rápido. O desembargador demonstrou respeito ao servidor e ao Sindojus", disse o presidente do Sindojus/MT, Jaime Osmar Rodrigues.

A gestora geral da Comarca de Apiacás, Maura Aparecida de Souza Lopes, certificou que o servidor não responde a sindicância e nenhum processo administrativo na Comarca.

O Sindojus requereu a remoção do oficial no dia 10 de janeiro deste ano. Nessa quarta-feira (24.01), o desembargador Rui Ramos deferiu o pedido e amanhã (25), o ato assinado pelo presidente do Tribunal irá circular no Diário Oficial.







Edina Araújo/Assessoria Sindojus/MT
Foto: Sindojus/MT