A diretoria do Sindojus/MT, lamenta o assassinato do  oficial de Justiça de Alto Taquari (a 485 km de Cuiabá), Wellinton Rezende Santos, 40 anos. Ele foi encontrado pela diarista, já sem vida, na tarde desta segunda-feira (18.12), em sua residência, no centro da cidade. Ele era solteiro e morava sozinho.

Informações preliminares dão conta que Wellinton  foi morto a facada. Segundo um colega de trabalho, o local está sendo periciado neste momento, e mais informações sobre o caso somente após o término da perícia técnica.

Ainda conforme informações, sumiram da residência do oficial de Justiça, uma televisão e um computador. Mas até o momento não há pista do assassino.

A polícia vai solicitar imagens de câmeras de segurança do Banco do Brasil e de outras empresas nas imediações para ajudar nas investigações. O oficial de Justiça havia sacado uma quantia em dinheiro no Banco do Brasil, na sexta-feira (15.12), último dia, inclusive que acessou seu WhatsApp.

Wellinton Rezende Santos é um dos oficiais de Justiça mais antigo no município. Ele ajudou na instalação da Comarca, em 2004.

O presidente do Sindojus/MT, Jaime Osmar Rodrigues, protocolou, nesta segunda (18), ofício ao presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Rui Ramos, solicitando que a Coordenadoria Militar juntamente com à Secretaria e Segurança Pública de Mato Grosso, façam uma investigação minuciosa para elucidar o crime e prender o assassino do servidor do Poder Judiciário, oficial de Justiça de Mato Grosso.

"Pedimos ao desembargador Rui Ramos que designe a Coordenadoria Militar para acompanhar o caso. É muito triste o que aconteceu com nosso colega. Esperamos que o caso seja elucidade o mais rápido possível", disse Jaime Osmar Rodrigues.




Fonte: Assessoria Sindojus/MT
Foto: Reprodução Facebook