O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, entregou, nessa segunda-feira (04.12), a Carta Sindical ao presidente da Federação das Entidades Sindicais dos Oficiais de Justiça do Brasil (Fesojus), João Batista Fernandes. A solenidade de entrega ocorreu na Assembleia Legislativa de Goiás, com a presença, além do presidente da Fesojus, membros de cinco Sindicatos dos Oficiais de Justiça do país e diretores da Entidades Sindicais dos Oficiais de Justiça do Brasil (Fesojus).

O ministro do Trabalho ressaltou a importância do oficial de Justiça para o Brasil. "Os oficiais de Justiça merecem o respeito e a oportunidade de serem reconhecidos com uma organização sindical. O oficial de Justiça conhece o Brasil real, e não o Brasil virtual. No dia a dia do oficial ele vivencia as dificuldades dos brasileiros - e o quanto precisamos avançar com reformas que acelerem o desenvolvimento econômico do país", destacou Ronaldo Nogueira.

Para o presidente da Fesojus, João Batista Fernandes, a carta sindical legitima a luta da categoria. “Nós efetivamente representamos à categoria tanto nas ações cíveis como nas administrativas, na Câmara e no Senado, em Brasília. Também nas ações juntos ao STF, STJ e Conselho Nacional de Justiça. Um exemplo é a nossa luta pela materialização da PEC 414, PLC 030 e também o recolhimento das despesas de diligência do oficial de justiça em relação a lei 9.099”, ressaltou João Batista.

Já o presidente eleito do Sindojus/MT e diretor da Fesojus, Jaime Osmar Rodrigues, que participou da solenidade em Goiás, disse que a Carta Sindical à Fesojus é um grande avanço para categoria em todo Brasil, e o reconhecimento às entidades que "brigam" por melhores condições de trabalho e salário digno aos oficiais de Justiça brasileiro. 

O vice-presidente do Sindojus/MT e diretor da Fesojus, Luiz Arthur, também participou da solenidade, na Assembleia Legislativa de Goiás, e destacou a importância da Carta Sindical, para o fortalecimento da entidade que representa os oficiais de Justiça do Brasil. "Para nós é uma grande alegria. Renova nossas esperanças e faz com que sintamos que vale a pena lutar pelo que acreditamos. A luta continua amigos", disse Luiz Arthur

Goiás - A capital goiana foi escolhida pelo grande envolvimento do Sindicato dos Oficiais de Justiça de Goiás (Sindojus/GO) nas demandas da categoria. “Trata-se de um marco e uma vitória de todos os oficiais de Justiça do Brasil que terão mais uma instituição em defesa de seus interesses. Desde o início do ano, nos comprometemos a trabalhar em prol da categoria com organização e respeito a todos os poderes. Nós sabemos à importância do nosso trabalho para a sociedade e queremos prestá-lo sempre com responsabilidade e qualidade”, destacou o presidente do Sindicato dos Oficiais de Justiça de Goiás (Sindojus-GO), Moizés Bento.

Participaram da solenidade, os deputados Federais Jovair Arantes e João Campos, deputados estaduais Henrique Arantes, Karlos Cabral e José Vitti, o secretário das Relações do Trabalho do Ministério do Trabalho, Carlos Lacerda e o secretário de Políticas Públicas, Leonardo Arantes.



Fonte: Assessoria Sindojus/MT com informações da assessoria de Goiás
Foto: Assessoria