O Sindicato dos Oficiais de Justiça e Avaliadores de Mato Grosso (Sindojus/MT) protocolou na última semana, ofício no Comitê Gestor do Sistema de Desenvolvimento de Carreiras e Remunerações reivindicando melhorias à categoria. 

Entre as solicitações apresentadas pela diretoria está a contratação de mais oficiais de Justiça em sete Comarcas do Estado, já que após visitas do Sindicato ficou constatado que a capacidade laborativa humana se encontra no limiar da exaustão física e psíquica.  Como exemplo, a comarca de Peixoto de Azevedo, em que trabalham apenas dois Oficiais, quando a demanda existente seria para sete trabalhadores. 

A diretoria também externou a preocupação com o preenchimento de cargos comissionados nos gabinetes dos magistrados. “A grosso modo, as contratações consumirão aproximadamente R$ 40 milhões do orçamento do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ/MT) ”, diz trecho do requerimento. 

O Sindicato também apresenta na documentação a necessidade de software de cadastramento e distribuição de mandados na Central de mandados. “Basta que a diretoria solicite ao setor de engenharia de informática a instalação”, diz trecho do pedido. 

O ofício contém nove páginas e apresenta questões com pertinência a propor resolução e foi protocolado no gabinete da desembargadora Serly Marcondes, presidente do Comitê.

Assessoria Sindojus/MT