Cerca de 20 servidores do Poder Judiciário de Mato Grosso, entre técnicos e analistas judiciários, assessores e oficiais de justiça, participam do curso “Língua Portuguesa Aplicada à Linguagem Jurídica e Redação Oficial com Ênfase na Nova Reforma Ortográfica”, capacitação que começou nesta segunda-feira (19 de junho), vai até quarta-feira (21) e totaliza carga horária de 24 horas/aula.

O objetivo do curso é rever normas gramaticais, para assim corrigir eventuais impropriedades na confecção de documentos oficiais. Reforma ortográfica, regências verbais, concordâncias e pontuações também foram temas abordados na capacitação. Segundo a professora Janis Eyer Nakahati, facilitar a produção de textos jurídicos ajuda a compreensão do cidadão comum.

“Documentos com linguagem concisa torna-se mais claro e transparente, otimizando tempo do leitor e também de quem escreve”, salienta Janis. Durante o curso, os servidores vão trabalhar com o manual de redação da Presidência da República.

Para a técnica judiciária da Comarca de Apiacás (1.010 km ao norte de Cuiabá), Raquel Brasil da Silva, a aula é uma oportunidade para se corrigir erros corriqueiros cometidos no dia a dia e que passam despercebidos. “Eu amo a língua portuguesa. Com essa capacitação podemos aprender a forma correta para se aplicar nos textos e evitar os vícios de linguagem”.


Segunda Vara de Juara (709 km a médio-norte da Capital), Sueli Aparecida Mileski, concorda e destaca que o curso vai melhorar a qualidade dos serviços oferecidos. “O estudo contínuo de português é algo muito importante para nós. Assim, é possível redigir melhor os textos jurídicos, de forma objetiva e direta”, finaliza.

Fonte: TJ/MT
Foto:TJ/MT