O novo sistema de controle de diligências do Poder Judiciário – batizado de CPD: Central de Processamento de Diligências – foi lançado também no Fórum de Várzea Grande na quarta-feira (08.02), no período vespertino. Pela manhã, o projeto-piloto da CPD foi lançado no Fórum de Cuiabá. As guias de diligências já estão disponíveis no site do TJMT para ambas as comarcas.
“Vai haver uma transparência dos valores das diligências e a certeza de que aquele valor depositado para determinado oficial de justiça será, de fato, remetido a ele. Isso dá transparência e segurança ao oficial de justiça, agiliza o trabalho do advogado, facilita para as partes do processo e agiliza para o próprio sistema interno das secretarias que manuseiam os processos. É um conjunto de fatores que vai viabilizar um andamento muito mais rápido e cumprimento das diligências”, enumerou a vice-presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Marilsen Andrade Addario.

O vice-presidente do Sindicato dos Oficiais de Justiça Avaliadores de Mato Grosso (Sindojus), Luiz Arthur, parabenizou o Tribunal pela iniciativa da ferramenta e disse que o novo sistema vai dar mais clareza sobre os pagamentos e celeridade no cumprimento de mandados.

Luiz Arthur disse ainda, que é uma reivindicação antiga do Sindojus, e que há três anos um oficial de Justiça e Cuiabá desenvolveu um projeto que foi encaminhado ao Tribunal, para que pudesse aplicar o sistema. O vice-presidente do Sindojus ainda pediu que o zoneamento, que já está implantado na Capital, para cumprimento de mandado, seja estendido para Várzea Grande e todas as Comarcas para facilitar e dar mais celeridade ao trabalho do oficial de Justiça.
Para o oficial de justiça de Várzea Grande Wanderlei Patrício de Souza, o sistema é uma ideia boa que vem resolver um problema antigo. “Sempre houve esse problema de você não saber se o mandado teve a diligência depositada ou não, se o valor correspondia àquela diligência e com isso vai melhor, uma vez que todas as partes terão acesso às tabelas de diligências por setores dos bairros. Por via eletrônica vai ser bem mais rápido”.
Para se ter uma ideia da dimensão do trabalho gerenciado pelo sistema, 42 depósitos de diligências foram registrados em Várzea Grande apenas nesta quarta-feira. A intenção é que o sistema gerencie todas as diligências das 79 comarcas do Estado.
Em Várzea Grande, o telefone de contato para dúvidas e informações sobre os mandados de diligências é o (65) 3688-8425. O Departamento de Controle e Arrecadação do TJMT também está à disposição para contato no número (65) 3617-3783/3815/3736.



Fonte:TJ com Assessoria Sindojus
Foto: TJ/Sindojus