Diretores do Sindojus/MT participam de reunião no Senado Federal, em Brasília, juntamente com o presidente da Federação Nacional dos Oficiais de Justiça do Brasil (Fenojus), João Batista Fernandes, acompanhando a tramitação da PL 30 que trata do Porte de Arma aos Oficiais de Justiça do Brasil. 

Na tarde desta quinta-feira (16.02), os dirigentes tiveram audiência com o senador Hélio José do PMDB do Distrito Federal, tratando do porte de armas. Eles receberam a garantia do parlamentar que o projeto terá encaminhamento. Além dos diretores do Sindojus/MT e do presidente do Fenojus, participaram da audiência, Mauro do Sindojus do Ceará e o Robson, assessor do presidente do Senado,  Eunício de Oliveira (PMDB).

Esta não é a primeira vez que os diretores do Sindojus/MT vão à Brasília para participar de audiência para tratar do assunto.

“Estamos empenhados porque entendemos a importância que o porte de armas tem para os oficiais de Justiça. Temos certeza que vão obter mais esta vitória para nossa categoria. Sabemos que não é fácil, mas não vamos desistir”, disse Jaime Osmar Rodrigues, diretor financeiro do Sindojus.


O vice-presidente do Sindicato, Luiz Arthur, também está confiante e diz que é natural as dificuldades, mas não pode desistir. “Vamos continuar peregrinando nos gabinetes dos senadores, pois somente assim, mostrando a verdadeira importância, vamos conseguir sensibilizá-lo”, destaca Luiz Arthur.

Fonte: Assessoria Sindojus/MT
Foto: Sindojus/MT