A diretoria do Sindicato dos Oficiais de Justiça Avaliadores de Mato Grosso (Sindojus/MT), lamenta e solidariza com a família neste momento de dor, pela morte da jovem Fernanda Schoch, de 14 anos, filha da oficiala de Justiça de Cáceres (a 176 km de Cuiabá), Roni Rute Schoch.

A jovem faleceu no último domingo (01.01), em São Paulo, após passar mal durante o voo da Latam que a levaria para Joinville, em Santa Catarina.

A jovem morava em Cáceres (234 km de Cuiabá) com a família e viajava sozinha pela primeira vez, para visitar o irmão que vive no município catarinense.

Segundo informações de Caroline Schock, prima de F.S.M., ela passou mal durante o voo para São Paulo, onde faria escala, e foi socorrida pela tripulação, que a encaminhou para o Hospital Municipal Arthur Ribeiro de Saboya, na capital paulista.

Conforme Caroline, a jovem, que recebeu os primeiros atendimentos ainda no Aeroporto de Congonhas, teria sofrido uma parada cardíaca a caminho do hospital. Lá, a equipe médica constatou que Fernanda morreu vítima de um aneurisma cerebral.  

Nas redes sociais, familiares da jovem escreveram mensagens lamentado sua morte e explicando brevemente o ocorrido.

Em uma das publicações, Fernanda foi classificada como uma jovem “extrovertida, cheia de vida e muito alegre”. A publicação relata, ainda, a última vez em que a garota esteve com a família, no aeroporto.

“Nos despedimos no aeroporto. Aquele sorrisão lindo foi interrompido”, cita trecho da publicação.

“Infelizmente nossa pequena joia não resistiu e veio a falecer. Nosso coração está triste com essa perda irreparável. Deus recebeu um presente muito valioso”, escreveu a familiar.

O corpo da jovem está sendo levado para Cáceres, onde será velado e sepultado.

Assessoria com Midia News
foto: reprodução Facebook