Oficiais de justiça da Comarca de Cáceres (225 km a oeste de Cuiabá) participaram, nessa segunda-feira (22 de fevereiro), de treinamento sobre o Processo Judicial Eletrônico (PJe), realizado na Escola dos Servidores do Poder Judiciário de Mato Grosso. Esta turma dá início às capacitações relacionadas ao calendário de implantação da ferramenta durante o ano de 2016. Ao todo, o PJe será implantado em quatro comarcas no primeiro quadrimestre do ano.
  
Foi o que explicou o instrutor da Coordenadoria de Tecnologia da Informação do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Rosivaldo Rodrigues, ao mencionar que esta é uma ferramenta nova e que por isso é importante essa troca de conhecimentos. “Essa é uma oportunidade para tirar dúvidas para que, no momento em que receberem a implantação, não tenham dificuldade em manusear o sistema. Os processos serão recebidos pela central, distribuídos para os oficiais e eles farão o cumprimento normalmente dentro do sistema, como já faziam antes. A única diferença é que eles passarão a usar uma ferramenta nova. Como estão recebendo o treinamento agora, no momento em que eles forem trabalhar as dificuldades já terão cessado”.

Rosivaldo disse que esse primeiro dia de aula está sendo bastante construtivo e divertido. Ele contou que os oficiais têm uma visão diferente do uso do sistema porque eles não o conhecem, então fazem sempre certa comparação com outros sistemas. Contudo, o treinamento está sendo bastante proveitoso. “A meu ver eles não têm nenhuma dificuldade maior quanto ao sistema e estão seguindo tranquilamente”, acrescentou.
 
Há 16 anos como oficial de justiça, Agostinho de Pinho Saab veio até a Capital para fazer o treinamento e assinalou que todas as ações que ele executa em seu trabalho diariamente deverão melhorar com a capacitação. “Vai otimizar a entrega dos mandados e também para os usuários se inteirarem sobre o andamento do processo, se o oficial já entregou ou não [o mandado]. O principal de tudo é a agilidade que o PJe vai trazer”, afirmou.
 
 Quem tem a mesma opinião no que diz respeito às melhorias trazidas pela implantação do PJe é a oficial de justiça Mireni de Oliveira Costa Silva. Ela classificou a capacitação como muito relevante para a categoria, principalmente eles que atuam numa comarca como Cáceres, onde a demanda é grande, principalmente pela extensão da faixa de fronteira e das peculiaridades locais.

“Essa é uma forma de acelerar o nosso atendimento e essa qualificação dos servidores do Primeiro Grau tem sido muito boa, porque nós ainda não temos familiaridade com esse sistema. Depois que for instalado em nossa comarca colocaremos em prática o que aqui aprendemos. Para o dia a dia vai ser muito útil, principalmente para dar efetividade às ações do Tribunal de Justiça. A demanda em Cáceres é grande. Estamos numa região em que atendemos mais de 100 km de fronteira seca e a zona rural, como fazendas e assentamentos. Nosso trabalho ficará mais célere”, disse.
 
Após os treinamentos na Escola do Servidor, conforme explicou Rosivaldo, uma equipe da TI se deslocará para Cáceres no próximo dia 26 a fim de realizar um novo treinamento para o público externo (advogados, defensores, procuradores e promotores). “Concluída a fase dos treinamentos, realizaremos a implantação do sistema, já a partir de 1º de março”.
 
Os treinamentos oferecidos ao público externo são realizados em decorrência da parceria entre TJMT e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MT). As capacitações serão oferecidas de forma presencial, nos seus respectivos municípios, oferecido por técnicos e instrutores da Coordenadoria de Tecnologia da Informação do TJMT.
 
A implantação do PJe será realizada nas Varas Cíveis e Fazenda Pública nas comarcas de Cáceres (01/03), Lucas do Rio Verde (22/03), Rondonópolis (12/04) e Sorriso (19/04).
 
Clique AQUI e confira o calendário completo das capacitações sobre o PJe para as comarcas do interior.

Fonte: TJ/MT
Foto: Otmar de Oliveira