Diretores do Sindicato dos Oficiais de Justiça e Avaliadores de Mato Grosso (Sindojus/MT) participaram na manhã desta sexta-feira (19.02) de audiência pública com o senador pelo Rio Grande do Sul, Paulo Paim (PT). 

O encontro ocorreu no auditório Milton Figueiredo, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL/MT), e debateu o Projeto de Lei Completar da Câmara Federal nº 30/2015, de autoria do deputado federal Sandro Mabel (PL-GO), que dispõe sobre os contratos de terceirização e as relações de trabalho deles decorrentes. 

O senador garante ser contrário ao projeto de lei da forma que está. Ele defende a tese de que se deva rejeitar o projeto para que seja apresentado um substitutivo integral que realmente contemple os trabalhadores e garanta a eles as mesmas condições dos trabalhadores diretos, tais como: plano de saúde, vale transporte, tiquet alimentação e um piso salarial.

Em seu discurso, Paim enfatizou que irá travar um novo combate às fatias de progressão do trabalhador. 

 “Nós vamos travar de novo um combate, assim como combate da Norma Regulamentadora nº 12, como vamos travar um novo combate na reforma da previdência e na reforma trabalhista, se vierem”, destacou. 

Na audiência, formam ouvidos membros da sociedade civil, sindicalistas, militantes sociais, juristas, senadores, deputados e estudantes. 

Até o momento já foram realizadas 22 audiências e o encerramento do ciclo está previsto para o mês de maio, em Brasília, da qual deverão participar delegações de todo país.

Assessoria Sindojus/MT com Assessoria Paulo Paim 
Foto: Assessoria