Diversas autoridades estiveram presentes na cerimônia de posse da juíza Edleuza Zorgetti Monteiro da Silva como a nova diretora do Fórum da Comarca de Cuiabá, nessa segunda-feira (03.08). Entre elas, o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), desembargador Paulo da Cunha, a vice-presidente do TJMT, desembargadora Clarice Claudino da Silva, e o presidente da Associação Mato-Grossense dos Magistrados (Amam), juiz José Arimatéa Neves Costa.

Edleuza ocupa a vaga deixada pelo juiz Aristeu Dias Batista Vilella, que foi designado para atuar como juiz auxiliar da Presidência do Tribunal de Justiça. Quem assume a vice-diretoria da maior unidade judiciária do Estado é a juíza Adair Julieta da Silva.

Segundo a recém-empossada, é uma honra assumir a nova função. “Agradeço a confiança da Presidência, pois tenho certeza que será mais uma grande experiência para a minha carreira profissional. Espero corresponder às expectativas de todos”, disse Edleuza.

Sobre a linha de trabalho que pretende seguir, a magistrada afirma que vai primar pela qualidade do serviço e pelo bom atendimento ao público.

 “Quero melhorar o atendimento aos cidadãos que vêm aqui resolver suas demandas, aos advogados, defensores e todos que vêm ao fórum. Quero fazer uma gestão participativa, onde todos possam colaborar com ideias para melhorarmos cada vez mais o Fórum de Cuiabá”, frisou a magistrada.O presidente do TJMT, desembargador Paulo da Cunha, garante que tem plena confiança no trabalho que será desenvolvido pelos recém-empossados, uma vez que são pessoas altamente qualificadas. “Embora tenha ficado apenas seis meses na diretoria, o Dr. Aristeu trouxe grandes melhorias para o Fórum da Capital, especialmente no que se refere à modernização dos sistemas. E tenho certeza que a Dra. Edleuza não só vai dar continuidade a esse trabalho, como vai desenvolver outros tão bons quanto”, observou.

A vice-presidente do TJMT, desembargadora Clarice Claudino da Silva, chama atenção para o fato de a nova diretoria ser formada por duas mulheres. “É muito representativo termos duas mulheres a frente do fórum de Cuiabá, que é o maior do nosso Estado. Mas, além de serem duas grandes mulheres, Edleuza e Adair são pessoas muito preparadas para desenvolver cargos de gestão”, enfatizou. 

Já o juiz Aristeu Dias Batista Vilella explica que a carreira de magistrado é feita de desafios e não será diferente nesta nova função que ele irá assumir. “Eu estarei auxiliando na Presidência da melhor forma possível.

A diferença é que agora o desafio é maior, pois abrange o Poder Judiciário do Estado inteiro. Foi um grande prazer poder estar à frente da administração do Fórum da Capital. Mesmo que por pouco tempo, conseguimos realizar ações importantes para modernização da unidade. E meus votos para a Dra. Edleuza é que ela seja muito bem-sucedida nessa nova empreitada”, desejou o magistrado.

Para o presidente da AMAM, juiz José Arimatéa Neves Costa, a escolha dos juízes para os cargos administrativos não poderia ser mais acertada. “A expectativa da Associação é a melhor possível em relação aos dois (Edleuza e Aristeu), pois são pessoas competentes, que já têm experiência em gestão e conhecem bem a estrutura administrativa da instituição. A escolha não poderia ser melhor”, enfatizou Arimatéa.

Fonte: TJ/MT
Foto: TJ/MT