A manhã de domingo (16.08) foi de muito suor, esforço e superação para mais de 660 pessoas que participaram da II Corrida de Rua do Judiciário, em Cuiabá. Realizada pelo Programa Bem Viver, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), a competição tem como objetivo conscientizar a população acerca da importância da prática de exercícios físicos.

O presidente do TJMT, desembargador Paulo da Cunha,  fez questão de prestigiar o evento, concluindo os cinco quilômetros do percurso em pouco mais de 50 minutos. “Embora não tenha ficado entre as melhores colocações, o meu desempenho superou as minhas expectativas. Estou acostumado a fazer caminhada e essa foi a minha primeira corrida. Mas, o importante foi concluir a prova e superar os próprios limites”, afirmou.

Segundo ele, estimular os servidores a ter uma vida saudável em meio ao estresse do dia a dia foi o mais importante. “Essa ação do Programa Bem Viver vem ao encontro da nossa preocupação com a saúde e o bem-estar dos servidores. E vendo o sucesso obtido, certamente vamos continuar realizando esse evento, tentando melhorar mais a cada edição”, garantiu o presidente do TJMT.

Aos 89 anos de idade, o aposentado Cedil Pereira Lima concluiu a prova em 42 minutos. Corredor desde criança, ele conta que praticar exercícios é o segredo para levar uma vida saudável e livre de doenças. “Eu corro pela minha saúde. Nunca tive problema de colesterol, diabetes ou outra coisa. Eu falo pra juventude que ao invés de ir para o mundo das drogas, pratiquem atividade física, pois o retorno vem depois”, assegurou.

Sobre a prova, Cedil falou que não teve nenhum problema com o trajeto. “Gostei muito da corrida. O trajeto foi tranquilo e se tivesse mais cinco quilômetros eu ainda ia. No final teve uma subida íngreme, mas como minha parte predileta é a subida, encarei tranquilamente”, salientou o participante.

Vencedor do primeiro lugar na categoria masculina entre os servidores, o diretor do Departamento de Sistemas e Aplicações do TJMT, Gustavo Piccin, mostrou que diferente do que se imagina, o pessoal da Tecnologia da informação (TI) também se dedica ao esporte. “Faz mais ou menos um ano que eu corro e foi o melhor desempenho que tive em corridas de cinco quilômetros. A corrida foi contagiante e o clima estava muito bom. O trabalho que o Bem Viver vem fazendo é fantástico, incentivando o pessoal a praticar esportes e cuidar da saúde”, disse Piccin.

Já para a vencedora da categoria geral feminina, a corredora Nadir Sabino, a organização foi o ponto principal do evento. “Eu gostei muito. Foi tudo bem organizado, estão todos de parabéns. Tinham batedores e postos de água em vários pontos do percurso. O percurso também estava bem sinalizado e as mulheres largaram separado dos homens. Gostaria de ter feito um tempo um pouco mais rápido, mas essa subida (ao lado Assembleia Legislativa) deu uma quebrada no ritmo no final”, contou a corredora, que aproveitou para convidar a todos para participar da sua prova, que vai acontecer no dia 12 de setembro no mesmo local.

A juíza Hanae Yamamura de Oliveira veio direto da Comarca de Cáceres para participar da corrida. “É a primeira vez que participo. Venho me preparando há pouco tempo com um grupo de corrida, que inclusive veio hoje para o evento. Mas, acima de tudo, o importante é se divertir e manter a saúde em dia. Eu achei maravilhosa essa iniciativa do Tribunal. Isso mostra que o TJ é uma instituição que está sempre à frente, aproveitando as tendências para levar boas práticas para a população e servidores”, salientou.

Segundo a coordenadora do Programa Bem Viver, Gissele Nince, além de promover a prática da atividade física para os servidores e para a população, o evento ainda teve um cunho social. “O pessoal estava muito animado. Deu tudo certo durante a prova e a gente esta muito feliz por termos conseguido arrecadar muitos alimentos para serem doados. Ainda não contabilizamos, mas estimamos mais de 10 mil quilos de alimentos. Isso é muito gratificante e na semana que vem estaremos fazendo a entrega dos alimentos às instituições parceiras”, explicou Gissele.


Fonte: TJ/MT
Foto:  André Romeu