O Sindicato dos Oficiais de Justiça e Avaliadores de Mato Grosso (Sindojus/MT) realiza amanhã (18.11), às 14 horas, em frente ao Fórum de Cuiabá, ato contra violência. 

O evento mostra que a categoria está em luto pelo oficial de Justiça, Francisco Ladislau Neto, 25 anos, assassinado com dois tiros no peito, na tarde da última terça-feira (11.11), na BR-393 (Rodovia Lúcio Meira), em Barra do Piraí, no Sul do Rio de Janeiro.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o crime aconteceu depois que ele levou uma intimação a um morador do bairro Santo Antônio.

Em carta, o presidente da Federação Nacional dos Oficiais de Justiça do Brasil (Fenojus), João Batista Fernandes, afirma que as entidades desejam fazer uma reflexão sobre a real situação em que hoje se encontra exposta a categoria. 

“Vários são os crimes cometidos contra os oficiais de justiça, desde roubos, depredações dos veículos por estes utilizados, ameaças, lesões corporais, cárcere privado, tentativas e homicídios. Esta situação de insegurança acontece em todos os Estados da Federação, acumulando-se nos órgãos de imprensa notícias onde os oficiais de justiça são as vítimas”, assegura.