Oficiais de Justiça se mobilizaram na tarde desta terça-feira (18.11) em frente ao fórum da Capital em um ato público contra violência a categoria. 

Uniformizados de branco, os profissionais entregavam a quem passasse no local uma carta feita pelo presidente Federação Nacional dos Oficiais de Justiça do Brasil (Fenojus), João Batista Fernandes que pede uma reflexão sobre a situação em que hoje se encontra exposta a categoria.

Em vídeo, João Fernandes agradeceu aos colegas pela participação efetiva, como forma de chamar a atenção da sociedade e dos jurídicos, sobre a real situação de trabalho dos oficiais de justiça. 

“Hoje, foi um dia inicial, que estamos levando a sociedade o conhecimento do real problema do cumprimento de mandados por parte da categoria. Mas nós não podemos simplesmente deixar que esse movimento pare. É necessário que continue”, afirmou João Batista. 

Caso: Na última terça-feira (11.11), o oficial de Justiça, Francisco Ladislau Neto, 25 anos, assassinado com dois tiros no peito, em Barra do Piraí, no Sul do Rio de Janeiro, enquanto levava intimação a um morador do bairro Santo Antônio.