O presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ/MT), desembargador Orlando Perri, explicou, nesta quarta-feira (08.10), para a comissão que estuda a implantação de nível superior aos oficiais de Justiça - que não há possibilidade de implantar, imediatamente, nos moldes requisitados. Orlando Perri propôs para a comissão no primeiro momento, a incorporação da periculosidade e a criação de uma tabela, sem alterações de classes e níveis, permanecendo todos onde estão. E o restante da diferença será instituído gradativamente, mediante planejamento estratégico da administração com o Sindojus/MT.

Segundo ele, um projeto de lei será elaborado com nova tabela e encaminhado a apreciação do pleno, e, posteriormente à Assembleia Legislativa. A comissão e a diretoria do Sindicato dos Oficiais de Justiça e Avaliadores de Mato Grosso (Sindojus/MT) conclamam a categoria para sensibilizarem os demais desembargadores que compõem o pleno para que o projeto seja aprovado.


Fonte: Edina Araújo/Sindojus
Foto: Sindojus/MT