A oficial de Justiça de Cuiabá, Gladys Pacheco Bezerra e de Poconé, Joalene Guimarães Oliveira contaram em entrevista a TV Justiça de Mato Grosso, como enfrentaram a luta contra o câncer de mama. 

“Me deu um medo, porque minha mãe morreu de câncer. Mas já marcamos a cirurgia, operei em maio mesmo, e ficou uma série de tratamentos, quimioterapia, radioterapia e nesse período, eu não parei de trabalhar”, contou Joalene. 

Segundo Gladys, quando pegou o resultado da biópsia, estava com o pai e sua filha mais velha. “O médico mastologista falou pra mim que tinha 90% de chance de cura e que era para eu acreditar, que ia dar certo. Até agora eu estou acreditando”, afirmou. 

Segundo seu pai, Humberto Gomes, a oficial de Justiça é uma guerreira. “Ela é muito lutadora, pra frente, enfrenta as coisas com alegria, e até ajuda a gente”, se emociona. 

Joalene deixa um recado para as mulheres. “Se você descobre com antecedência, você tem cura. Procura, faça o autoexame, tem que se amar, eu me amo”, finaliza. 


Confira a entrevista completa: Oficiais de Justiça contam como enfrentaram o câncer de mama


Fonte: Izabella Araújo/Assessoria Sindojus/MT
Foto: Reprodução